Como fazer redações nota mil no Enem.

Muitos estudantes no Brasil conquistam boas pontuações nas questões de múltipla escolha do Exame Nacional do Ensino Médio – Enem, mas não conseguem fazer redações nota mil porque simplesmente negligenciam algumas regras básicas.

Releia o parágrafo acima e perceba que propositadamente eles contém um pequeno problema: é muito longo! Essa é uma das regras que você deve observar: use períodos curtos. Isto minimiza as chances de erros.

O risco de cometermos erros em períodos longos é enorme. Por isso, dicas simples como estas que irão te ajudar a fazer redações nota 1000 no Enem, sem grandes complicações.

Continue lendo para aprender português de forma útil para elaboração de seus textos. No final deste post, tem uma dica especial para que você consiga escrever de uma forma como nunca imaginou.

 

Redações nota Mil – Leitura.

redacoes-nota-mil-1000-enem

Se você souber que a leitura é a chave para o sucesso na elaboração de redações, então já saberá mais que 50% do que precisa para atingir nota mil no Enem.

Quando nos habituamos a ler (principalmente bons livros), automaticamente passamos a acompanhar o raciocínio do escritor. Mas não é apenas isso. Depois de certo tempo, passamos a imitá-lo! Como assim?

Isso mesmo! O hábito da leitura nos ensina a escrever, inconscientemente, de forma semelhante a dos textos que lemos.

Os argumentos, a estrutura dos textos, os adjetivos e várias outras particularidades dos textos são assimilados por nosso cérebro. O mais impressionante é que passamos a utilizar muitas palavras que aprendemos nos textos em nosso cotidiano.

Além do mais, nosso vocabulário e nosso domínio da norma culta da língua portuguesa se enriquecem com a leitura.

Portanto, se você ainda não tem o hábito de ler, comece agora a ler jornais, revistas, livros com poucas páginas. Isso também te deixará apto a discorrer sobre vários temas importantes que poderão ser cobrados na sua prova.

Mas não de qualquer jeito! Leia de forma crítica e interessada, identificando a introdução o desenvolvimento e a conclusão dos textos e prestando atenção na correção gramatical. Esses temas também serão abordados abaixo.

 

Redações nota 1000 – Escreva!

dicas-redacao-nota-mil-enem

Embora a guerra seja um fato abominável que “seres racionais” deveriam evitar, podemos tirar lições de alguns atores deste teatro de horrores!

Uma dessas lições foi deixada pelo General norte-americano George S. Patton:

Quanto mais você sua no treinamento, menos sangra no campo de batalha.

Podemos aplicar este ensinamento (em linguagem figurada) na busca pela elaboração de uma redação nota 1000 no Enem.

Não deixe para escrever somente na hora da prova. Experimente agora! Quanto mais você escreve no dia-a-dia, mais fácil será escrever na prova do Enem.

Experimente erros e acertos no momento do treino. Agora é possível errar, na hora da prova, não.

Você pode escolher temas atuais que abordem política, religião, direitos humanos, saúde etc.

Elabore textos e os entregue para seus familiares lerem. Ao final, pergunte a eles o que entenderam. Assim, você saberá se está sendo claro em suas mensagens escritas.

Se você estiver cursando o ensino médio ou frequentando um cursinho preparatório, leve seus textos para seus professores corrigirem.

Não tenha medo ou vergonha de errar. Se você realmente quiser aprender a escrever bem, deverá se despir de qualquer sentimento de prepotência ou arrogância. Seja humilde para receber as orientações dos seus “leitores”, sejam eles seus familiares ou seus professores.

 

Redações nota Mil – Estruturando o texto.

redações-nota-mil-enem

Agora, vamos conferir dicas de elaboração de texto que te ajudarão a conseguir nota 1000 nas redações do Enem.

Antes mesmo de escrever a primeira linha do texto, você  deverá fazer um brainstorming.

Mas o que é isso? É um termo em inglês que significa tempestade de ideias.

Por exemplo, se você estiver diante do tema O avanço do zika vírus no Brasil e suas consequências, terá que pensar sobre TUDO o que sabe sobre esse assunto.

Lembra que falamos sobre a importância da leitura? Pois é, com esse simples exemplo, você pode comprovar que, sem ler, é quase impossível escrever bem.

Voltando ao exemplo, você poderia inicialmente se perguntar:

  • O que é zika vírus?
  • Quais são as doenças causadas por zika vírus? Existe cura, vacina ou tratamento?
  • Como ele é transmitido?
  • Quais as regiões do Brasil com maior número de casos?
  • Como podemos evitar a transmissão da doença?
  • Existem políticas de saúde pública para combater o zika vírus?

Estas são algumas perguntas que podemos nos fazer na hora do brainstorming, mas elas não são as únicas. Use toda a sua capacidade cerebral neste momento.

Após a tempestade de ideias, precisamos construir um rascunho do texto.

A estrutura basilar deve ser formada por introdução, desenvolvimento e conclusão. Vejamos com mais detalhes!

 

Introdução.

Lembre-se de que a primeira impressão é a que fica. Então, ao introduzir o texto, você deve expor o assunto de forma clara e objetiva.

É exatamente neste momento que você dirá ao examinador qual assunto vai abordar e a forma pela qual irá expor seu pensamento sobre o tema. Mas não entre em detalhes, pois eles fazem parte do desenvolvimento.

No nosso exemplo, podemos introduzir um texto, dizendo que o zika vírus é um tipo de vírus que vem se alastrando no Brasil e causando grande alerta nas autoridades responsáveis pela saúde pública.

O problema é especialmente grave porque a transmissão da doença ocorre por meio do mosquito Aedes aegypti e pode acarretar microcefalia congênita.

Veja que foram expostas algumas informações, mas elas ainda não estão completas.

Entre outras informações, ainda podemos (e devemos, caso saibamos) detalhar quais são as regiões do país mais afetadas com a doença.

Ainda teremos que explicar como a transmissão ocorre e o que é microcefalia congênita. Tudo isso faz parte do desenvolvimento, conforme veremos abaixo.

 

Desenvolvimento.

Ao desenvolver o texto, você deverá escrever com detalhes, tentando convencer o examinador sobre o que você pensa sobre o assunto.

É importante redigir mostrando conhecimento, mas sem utilizar jargões ou gírias.

No exemplo do tema que citamos, você deve evitar frases como: “a anamnese pode indicar que o paciente está acometido da patologia caracterizada por exantema maculopapular pruriginoso” ou “pegar zika vírus é a maior zika, mano”.

Demonstre conhecimento, mas não queira ser especialista. O examinador sabe detectar soberba na escrita.

Como exemplo de desenvolvimento, você poderia citar que “de acordo com o Ministério da Saúde, as regiões Nordeste e Sudeste foram as que mais apresentaram casos da doença”.

Mas nada de expressões como “o nordeste não presta, é atrasado”, pois isso fará você tirar zero na redação.

Veja o que diz o edital do Enem:

14.9 Será atribuída nota 0 (zero) à redação:

 

 

14.9.4 que apresente impropérios, desenhos e outras formas propositais de anulação, bem como que desrespeite os direitos humanos, que será considerada “Anulada”;

Prosseguindo, você poderia explicar que o zika vírus é transmitido pelo mosquito Aedes aegypti, cujo desenvolvimento ocorre em água limpa e parada. Por isso, deve haver conscientização por parte de todos para que o mosquito não se prolifere.

Não há cura ou vacina eficazes no combate a esta patologia.

É importante mencionar ainda que o zika vírus pode causar microcefalia congênita em recém-nascidos, caso as suas mães tenham adquirido a doença.

Portanto, as gestantes são um grupo de risco e devem ter prioridade na prevenção ao zika vírus.

 

Conclusão.

Ao concluir o texto, você deve reafirmar os argumentos já apresentados, utilizando uma linguagem crítica e sugestiva, mas sem inserir informações não mencionadas anteriormente no texto.

No nosso exemplo, podemos mencionar que o zika vírus é um prolema de saúde pública que merece total atenção da sociedade e das autoridades.

Devem ser buscadas formas de prevenção da doença através do combate ao mosquito transmissor, haja vista que ainda não há cura ou vacina contra o vírus.

Atenção: essas dicas de estruturação de texto são meramente exemplificativas. Você deve adequar o seu texto de acordo com os conhecimentos que possui. Por isso, é tão importante treinar a escrita antes da prova!

 

Redações nota Mil – Correção gramatical.

nota-maxima-enem

Todas as dicas anteriores serão inócuas se você não tiver o devido zelo com o nosso querido português.

É extremamente importante que você utilize o padrão culto da língua portuguesa na sua redação, pois caso contrário será impossível tirar nota máxima.

Para conseguir escrever bem, é preciso conhecer as classes gramaticais e a função sintática dessas classes. Devemos regras básicas do emprego da crase, do emprego dos porquês, do uso da vírgula etc.

Aqui no blog aprender português, temos diversos posts que irão te ajudar a melhorar o seu desempenho gramatical. Veja alguns desses posts:

Portanto, se você está acostumado a se comunicar de forma rápida e abreviada através das redes sociais, sugerimos que você deixe esse hábito “de lado” até passar na prova do Enem. Clique aqui e veja quais são os principais erros gramaticais mais cometidos nas redes sociais.

Na redação do Enem, você não pode escrever: “voçê, vc, td bem, bah, tchê, oxente, uai sô, pra mim fazer, concerteza…”.

 

Redações Nota Mil – Cuidado para não zerar.

zerar-redacao-enem

Nunca é demais lembrar alguns cuidados que você deve tomar para não perder tudo!

Ou seja, existem situações em que a sua redação pode ser anulada, mesmo que ela esteja impecavelmente escrita.

Vejamos as principais regras…

 

Fuga do tema.

Fugir do tema proposto na prova é um dos erros fatais na redação.

Tomando novamente como base o nosso exemplo, ao abordar o tema zika vírus, você começasse a redigir sobre a dengue ou sobre a torcida brasileira, que gritava “zikaaaaa!!!” sempre que goleira norte-americana Hope Solo tocava na bola durante os jogos olímpicos, você fatalmente tiraria zero na redação por fuga do tema.

 

Desobedecer o gênero textual.

Se o tema pedir uma dissertação, você não poderá fazer uma descrição ou uma narração. Essa regra também pode acarretar a sua eliminação da prova caso você a desrespeite.

Número mínimo de linhas.

No Enem 2016, o candidato qualquer candidato que tenha redigido menos que 7 linhas foi sumariamente eliminado.

Neste ponto, tenha cuidado porque transcrever frases existentes no próprio caderno de questões não é contabilizado como linhas escritas de fato.

 

Cor da tinta da caneta.

Uma das regras básicas do Enem é escrever com caneta de tinta preta. Caneta de tinta azul não é permitida. Não cometa este erro básico no dia da prova.

 

Redigir impropérios.

Impropérios são atos ou palavras ofensivas, fora dos padrões da moralidade.

Se o examinador detectar palavras ou expressões injuriosas, de ódio ou ofensivas, ele não hesitará em atribuir nota 0 à redação que contiver estes erros.

 

Redação em branco.

Obviamente, quem não escreve nada na redação e a entrega em branco já sabe que tirará 0.

 

Redações Nota Mil – 5 Competências.

5-competencias-enem-nota-1000

A redação do Enem avalia se o candidato detém 5 competências básicas. Cada uma dessas competências vale 200 pontos. Se o candidato conseguir atingir os 200 pontos em cada competência…bingo…nota 1000…pode comemorar!

Vejamos agora quais as competências cobradas pelo Enem.

01 – Demonstrar domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa;

Para atingir o nível 5 (nível máximo), o candidato deve demonstrar excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro.

Desvios gramaticais ou de convenções da escrita serão aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizem reincidência.

02 – Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das varias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo em prosa.

Para atingir o nível 5 (nível máximo), o candidato deve desenvolver o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresentar excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo

03 – Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Para atingir o nível 5 (nível máximo), o candidato deve apresentar informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, em defesa de um ponto de vista.

04 – Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Para atingir o nível 5 (nível máximo), o candidato deve articular bem as partes do texto e apresentar repertório diversificado de recursos coesivos.

05 – Elaborar proposta de intervenção pra o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Para atingir o nível 5 (nível máximo), o candidato deve elaborar muito bem proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto.

Lembra da dica especial que mencionamos no início deste artigo? Pois bem, essa dica vai fazer com que você domine todas as 5 competências exigidas pelos examinador do Enem.

Trata-se do excelente curso promovido pela experiente professora Eliana Jacob.

Com este curso, você vai aprender a escrever de forma correta e passar no Enem, tirando nota mil nas redações que vier a enfrentar!

Para conhecer o curso, clique aqui.

Esperamos que estas dicas sejam úteis para que você possa escrever textos cada vez melhores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

doze + 2 =