Haver ou A ver: qual a diferença?

Haver ou a ver são casos complicados da nossa língua portuguesa. As pronúncias são idênticas, mas as grafias e os significados são muito diferentes.

Neste artigo, você vai aprender mais essa dica de português de uma forma muito simples.

Aprenda também:

 

Haver.

Haver é uma palavra classificada como verbo e significa existir, acontecer, ocorrer etc.

Geralmente, essa palavra é usada em locuções verbais (verbo principal + verbo auxiliar), conforme você verá nos exemplos abaixo.

Frases com a palavra haver:

  • Deve haver mais consciência política no Brasil.
  • Os bandidos haviam fugido antes da chegada da polícia.
  • Sem lutas, é impossível haver melhorias para o povo.

 

A ver.

A expressão a ver é composta pela preposição a e pelo verbo ver. Essa expressão significa ter relação com algo ou com alguém.

Frases com a expressão a ver:

  • Políticos corruptos não têm nada a ver com a verdadeira democracia.
  • Trabalhar duro tem tudo a ver com o sucesso.
  • Nosso voto tem muito a ver com a baixa qualidade dos parlamentares brasileiros.

Um erro que ocorre comumente é o uso da expressão: ter haver.

Observe algumas frases erradas:

  • Não tenho nada haver com isso.
  • Maria tem tudo haver comigo.

 

Dica de memorização.

Quando você estiver em dúvida ao escrever haver ou a ver, use a palavra existir. Se ela couber no caso específico, então o correto a ser empregado é a palavra haver. Veja exemplos abaixo:

Deve haver mais educação de qualidade no Brasil.

Substituindo…

Deve existir mais educação de qualidade no Brasil.

Neste caso, a frase continua correta.

Agora, observe:

Eu não tenho nada a ver com o seu fracasso.

Substituindo…

Eu não tenho nada existir com o seu fracasso.

Veja que a frase perdeu o sentido, por isso tornou-se errada.

Portanto, quando for cabível a palavra existir, o termo correto será haver.

Quer aprender a construir suas próprias estratégias de memorização? Se sim, então clique aqui.

E aí, conseguiu aprender a diferença entre haver e a ver? Esperamos que sim, mas se restou alguma dúvida, poste-a no espaço reservado aos comentários.

Não perca as dicas abaixo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 + 2 =