Quais são os verbos de ligação?

Se você quer saber quais são os verbos de ligação existentes no nosso idioma, então este conteúdo vai te ajudar muito.

Mas, antes de saber quais são, você sabe o que são verbos de ligação?

Vamos começar por esse ponto!?

Verbo de ligação é aquele que liga o sujeito a suas características, chamadas de predicativo do sujeito.

Não há execução de ações por parte sob sujeito da frase.

Continue lendo e veja todos os detalhes.

 

Diferença entre verbos (in) transitivos e verbos de ligação.

A maioria dos verbo existentes na língua portuguesa são transitivos ou intransitivos.

Esses verbos expressam ou representam ações praticadas ou sofridas.

Por exemplo:

  • João comprou um carro novo (ação: comprar).
  • Maria pintou os cabelos (ação: pintar).
  • O preços das ações da bolsa de valores caíram (ação: cair).
  • O paciente foi atendido pelo melhor médico do hospital (ação: atender)

Mas existem alguns verbos que não representam ações praticadas ou sofridas.

Eles apenas expressam características do sujeito.

Trata-se dos verbos de ligação! São eles: ser, estar, permanecer, ficar, tornar-se, andar, parecer, virar, continuar, viver.

Por exemplo:

  • A casa de Pedro é bonita (verbo: ser).
  • Minha mãe virou uma fera quando viu a bagunça no meu quarto (verbo: virar).
  • O trânsito continua caótico em São Paulo (verbo: continuar).

Mas devemos ter cuidado ao diferenciarmos um verbo transitivo de um verbo de ligação.

A depender do contexto, um mesmo verbo pode ser classificado como transitivo ou como de ligação.

Vamos ver alguns exemplos para facilitar o seu entendimento.

Paulo anda preocupado.

Ou seja, Paulo está preocupado. Não há ação neste caso.

Paulo anda de bicicleta todos os dias.

Agora a coisa muda de figura. Paulo está executando uma ação: andar de bicicleta.

Quer ver outro exemplo? Então vamos lá!

Renata virou uma pessoa melhor.

Veja que Renata se tornou uma pessoa melhor. Ela não executou nenhuma ação. O que houve foi apenas uma mudança de estado.

Agora veja:

Renata virou a mesa.

Neste caso, ela praticou uma ação: virar a mesa.

Então, podemos ver que o verbo obedece ao contexto em que está inserido. Por isso, tenha cuidado ao classificar um verbo!

Mais uma vez, esperamos que você tenha gostado do conteúdo.

Não deixe de aprender mais dicas de português:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

13 − 8 =